Primeiro mês – Antes e Depois :)

Quando comecei a ser seguida pelo Ricardo (inicio Nov/15), ele passou-me todo um rol de informações tais como, os alimentos necessários à minha dieta e as dosagens (sempre de acordo com o meu corpo e objetivos – varia de pessoa para pessoa), o meu plano de treinos mensal todo explicadinho para que não tivesse qualquer dúvida, entre vários outros documentos e acesso à plataforma online dele onde tinha muito mais conteúdo informativo.
Para quem não estava habituada a este mundo de dietas, ginásio, formas correctas de comer, etc tudo me pareceu complicado de início e andei ali uns dias a bater com a cabeça a tentar perceber como me orientar, mas estava muito empenhada e a verdade é que as tecnologias ajudam bastante nos dias de hoje, comecei a seguir várias pessoas fit nas redes socias e o youtube foi uma boa ajuda para perceber como fazer correctamente determinados exercicios, no entanto o último conselho eu pedia sempre ao Ricardo. As dúvidas eram e são até hoje esclarecidas com ele.


 

Então continuando:
Ia 6 dias por semana ao ginásio, em que 2 fazia cardio e restantes musculação. A pior parte de início foi o cardio, tinha que correr como se não houvesse amanhã (mentira…quer dizer, um bocadinho!). O cardio era corrida normal intervalada com sprints (HIIT). Estes sprints são que nos “mata” mas o que nos “salva” ao mesmo tempo…é um amar e odiar. É neste treino que toda a massa gorda começa a sair do nosso corpo. Na primeira vez foi horrivel e saí da passadeira com os “bofes de fora” e desejar estar no sofá a ver TV e comer porcarias, mas por outro lado e com o decorrer das semanas comecei a ver os resultados. Claro, juntamente com a dieta balanceada. Não vale de nada correres que nem uma louca como se tivesses a fugir de um maníaco (e olha que no gym encontras alguns, ou pelo com cara disso…medo) se depois chegas a casa e enfardas, por ex., uma pizza e coca cola, ESQUECE! Se achas que podes continuar a comer de tudo mesmo indo ao ginásio, andas enganado/a!
Nos restantes 4 dias tinha treino de musculação. Tentei e tento até hoje ir sempre ao meu limite, ou seja, levantava o peso com o qual conseguia fazer todas as repetições e quando chegava a última já não dava para mais. Isto é o ideal. Pois com peso a mais não vais conseguir o número de repetições que te é proposto e só te vais estar a esforçar e a prejudicar os músculos.
A verdade é que fiz isto durante o mês inteiro e quando enviei ao Ricardo as fotos do 1 mês (final de Nov/15) de acompanhamento para ele puder verificar o progresso, ele ficou bastante impressionado com a minha dedicação (ye,ye,ye, a Joana é que é!). A tal “pochete” tinha desaparecido e estava completamente definida a nível de braços e abdominais. Tinha perdido 2,8kg – não parece muito comparado ao primeiro mês (sem acompanhamento), no entanto, MINHA GENTE!, os meus abdominais já estavam a querer “saltar e bombar”.
Milagres não existem, existe sim, muita dedicação de ambas as partes, mas principalmente de quem quer atingir o objetivo proposto!

Abaixo podes comprovar o meu antes e depois e jogar ao “descobre as diferenças 🙂

IMG_4092
No mês seguinte, o Ricardo não alterou o meu plano alimentar, durante os 2 primeiros meses o objetivo era “secar” (de inicio existem uns termos estranhos mas depois tornam-se normais para quem está neste mundo) e então a partir daí definir.
Queres saber como foi o mês seguinte? Segue comigo para o próximo post para saberes como foi resistir (ou não) às tentações de Natal!

Sigam-me no INSTAGRAM: joaninha.ie_fit

Meu coaching online: Xtrafit

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s