Tailândia – Um destino (não mais) adiado! Parte 1

Preparem-se que vai ser longo…

IMG_5122

Estou em pleno voo de regresso das férias e como tenho 11h de céu pela frente, nada melhor do que criar este post para partilhar a minha experiência FANTÁSTICA na Tailândia. Vou dividi-lo em 2, este para vos descrever como foi e partilhar algumas dicas e outro para partilhar com vocês como foi manter-me em forma e sem grandes desvios da minha “dieta”.

Tailândia, uma viagem à muito adiada durante alguns anos devido a diversos factores, mas…foi feito! E acredito que foi a melhor altura, a Sofia já está com 7 anos e sem dúvida usufruiu de tudo numa dimensão completamente diferente do que se tivéssemos vindo com ela ainda bébé.

Um destino com TODA A CERTEZA, a regressar! Foram 3 escalas de avião, um dia de viagem, mas valeu bem a pena pelos 10 dias fantásticos que tivémos. Uma cultura imensa e completamente diferente a tudo o que estamos habituados.

Começo por vos dizer que não fizemos o pacote Bangkok/Phuket, quisemos apenas praia, praia e praia (acredito que saibam o porquê e com certeza vão entender!).

***Minha primeira sensação felicidade?***

Quando saí do avião em Phuket e fui inundada por um bafo de calor que me encheu a alma. Sabem à quanto tempo não sentia isto? Ou o simples facto de andar com uma T-Shirt na rua? 1 ano e meio!!!! Pois é……não é uma cena banal! Calor abrasador dia e noite. A felicidade começou ali e ali se manteve pelos 10 dias seguintes….habituava-me fácil, facil àquelas temperaturas. Enfim…

Ficámos num hotel situado a 1 hora do aeroporto internacional de Phuket – Centara Karon Resort Phuket. Tenho a dizer bem do hotel e voltaria lá, mas não lhe dou nota 20. Porquê?

  1. o inglês deles é muito, muito básico, quase nenhum e isso levou-nos a duas situações mais desagradáveis, como:
  • Num dos passeios que fizemos tínhamos de sair do hotel muito cedo (6h30), e nós sabíamos que tínhamos de informar a recepção no dia anterior para que pudessem providenciar o nosso pequeno almoço visto que o restaurante só abria após essa hora. Pedimos 3 lancheiras, no dia seguinte só tinham 2, fizemos reclamação…até hoje! Não fui de modas, assim que vi que apesar da reclamação nada fizeram para remediar mesmo sabendo que tínhamos uma criança, “agarrei” nos meus dois pés e fui ao restaurante. Sabia que eles já estavam com as mesas postas e a comida pronta a servir, só estavam à espera da hora certa para autorizar a entrada. E lá fui, perguntei se podia entrar e para não dizerem que não até porque não faz parte deles serem assim, deixaram-me entrar e basicamente engoli o pequeno almoço, mas comi…. ’tá pago, ’tá pago…(tipica tuga).
  1. Transferes aeroporto/hotel e vice versa já pagos e no último dia fomos confirmar à recepção (ainda bem que tivémos essa ideia) e não estava lá nada. Como o inglês não estava a funcionar, eu era toda gestos e mimica para que eles percebessem que estava pago. O Miguel já bufava …enfim…após ligarem para a agência, confirmaram erro do hotel!
  2. Wi-fi gratuito apenas na recepcão. Se quisesse utilizar no quarto ou noutro local do resort, tinha de pagar 99 baths/hora (média de €2,56).

Não critico ninguém e aceito que o resto do staff não tenha a obrigatoriedade de falar inglês, mas numa recepção em que recebem centenas de turistas por dia durante 365 dias/ano…difícil de aceitar, a comunicação era muito complicada. Tinhamos ali um caso sério de Pictionary. 🙂

A parte boa? Tudo o resto e isso sobrepõem-se. O sol, o calor e a praia entendiam-me perfeitamente e vice-versa…

  • 3 piscinas com bares, uma delas com escorregas.
  • Praia a 5 minutos a pé
  • 2 restaurantes
  • Ginásio e sauna
  • Spa
  • Entretenimento para adultos e crianças todos os dias (de dia na piscina e à noite nos locais próprios)
  • Jardins por todo o resort e muito bem tratados
  • Staff muito amigável e simpático (se passassem por nós 300 vezes no mesmo dia, 300 vezes diziam “Olá” – CÁ NI CÁáá….(era o que eu percebia – :))
  • Quartos grandes e confortáveis
  • Pequeno almoço 5*

Fomos apenas com dormida e pequeno almoço porque não compensa em nada pagarem mais uns belos euros (e põe belos=muitos nisso) com tudo incluído. Não compensa de todo! Porquê?

De dia

  • Restaurantes e bares com fartura. É muito fácil comer em qualquer lado e come-se muitooooo bem! Desde comida internacional à comida Thai. Existem também várias opções de peixe e marisco mas não me conquistaram de todo.
  • Bancas/barraquinhas a vender água de coco para hidratar (fiquei fã!), fruta fresca  boa boa que dói, gelados de todas as espécies e feitios, de todos os sabores imagináveis e inimagináveis! E aqui a pessoa a lutar contra a gula…..difícil minha gente, difícil!!!
  • Phuket tem uma vida imensa. Milhares de pessoas nas ruas, turistas e locais.
  • Facilmente apanhas um Tuk Tuk (o meio mais económico de te movimentares lá…e sem dúvida o melhor e mais divertido) que te leva para todo o lado.

De noite

  • Mantém-se o mesmo de cima mas em dobro
  • A noite tem vida própria! Lol. A quantidade de pessoas à noite na rua é inigualável. Adoro cidades movimentadas!
  • Os Tuk Tuk transformam-se em discotecas ambulantes, luzes psicadélicas e música a bombar e vais assim o caminho todo até ao teu destino.
  • Happy hours todos os dias em todos os bares, ou seja, depois de vires da praia ou da piscina a maioria dos cocktails e bebidas estão a metade do preço até à hora do jantar. E a pessoa aqui a lutar contra a gula…e o álcool….

 Por isso digo que não compensa o tudo incluído ali!Não estás num resort fechado sem nada à tua volta, tens um mundo todo lá fora em que podes explorar os sabores deste país e no sentido mais puro, seja num restaurante seja numa mota com carne e peixe pendurados e o assador na parte de trás. Os preços? Tudo muito barato. O preços fora do hotel são bem mais baratos, mas bem mais, quase sempre consegues o mesmo por metade..

Tens de ir de mente aberta, ser corajoso e usufruir porque nada se compara ao que temos na Europa.

O que podes fazer:

  • Passeios turísticos e conhecer as diversas ilhas ao redor. Fizemos dois passeios em que conhecemos várias ilhas nesses mesmos dias!

setaPhang Nga, ao que eles chamam a ilha do James Bond. Onde foi filmado o 007 – The Man with the Golden Gun, com o Roger Moore em 1900 e troca o passo…. Lolol, gravado em 1974. É uma viagem de barco rápido (speedboat), em que além de conheceres essa famosa ilha, também fazes canoagem por um rio imenso e ficas “inundado” por uma natureza imensa à tua volta. Além de todo um verde inigualável, vês desde caranguejos fluorescentes, sim disse bem, de todas as cores fluorescentes, azul turquesa, laranja, verde…e vês macacos a nadar no meio do rio…! Macacos a nadar!!!! (vejam bem o ar fascinado da pessoa aqui….os macacos também nadam, porque não?!) Maravilhoso! Senti-me no National Geographic! O Almoço foi num restaurante flutuante no meio do mar….há melhor que isto!?

setaPhi Phi islands, uma das quais onde foi filmado o fime com o Leonardo Di Caprio, The Beach (nunca vi, mas fiquei curiosa…talvez um dia destes). Sem dúvida um sonho de lugar. Ao contrário de Phang Nga em que as águas são mais esverdeadas, nas Phi Phi as águas são cristalinas, transparentes, um espelho azul turquesa…sei lá, dificil explicar. Fomos também em speedboat, parámos em várias ilhas (Maya Bay, Loh Samah Bay, Pileh Cove, Viking Cave e Monkey Beach) e ainda fizémos snorkeling onde pudémos ver peixes de todas as cores e feitios, simplesmente maravilhoso, único! Já o tinha feito nas Maldivas, mas já foi à 9 anos e eu sei lá o que comi ontem quanto mais o que fiz ou vi à 9 anos atrás. Coisas novas e diferentes é sempre algo que nos entusiasma. Não concordam?

O almoço foi um picnic na praia…estares com os pezinhos dentro de água quentinha e um pratinho de comida thai na mão com vista para o paraíso…nada se compara!

  • Alugar Mota/scooter por 150 bath, isto dá-te uma média de 3,80€/dia e andas o dia todo para onde queres, não precisas de carta de condução, nem capacete. O único senão é que não tens seguro e se te acontece alguma coisa…azar! Conselho: cuidado a conduzir! Aqui tens de infringir todas as regras que conheces!!! Hahahaha! não sejas demasiado europeu :), não esperes para passar ou ultrapassar, mete-te à frente e o de trás que pare! É a filosofia deles, eles não levam a mal, já faz parte! E nem uses a buzina…não serve para nada….segue em frente que atrás vem gente….! Got it!?
  • Leva uma mala vazia e vai às compras! Regateia tudo, não te fiques pelo preço original ou vai-te sair ao mesmo preço ou mais caro se comprasses no teu país!  Faz-te cigana/o e consegues fazer bons negócios. Eu fiz!
  • Existe um parque de mini golfe – Dino Park. Todo ele com o tema dos dinossauros  e enquanto estás lá dentro a jogar parece que estás dentro de um dos filmes do Jurassic Park. Conselho: Aproveita a praia de dia e vai à noite, mas ainda assim… Prepara-te para suar…! Sempre calor….que bom…
  • Vai à praia de Patong e aproveita e janta por lá para poderes ver a noite na cidade de Patong. Grande, cheia e com muita coisa para ver, Shopping centre, Hard Rock café, Estádio de boxe, mercados de rua e as ruas em si, cheiaaaaasss…
  • PONTO ALTO DA VIAGEM – Não percas o pôr do sol na Tailândia! É das coisas mais espetaculares…lindo, lindo! Consegues fotos dignas de uma capa de revista.

Resumidamente, aproveita muito e faz tudo o que consigas fazer. Deixei muita coisa por ver e fazer, mas porque também queria fazer mais praia pois realmente era isso que estávamos a precisar no entanto e apesar de termos ido 10 dias, conseguimos explorar muito com uma gaiata de 7 anos. Gostava de ter ido ao Tiger Kingdom e conviver diretamente com os tigres, ter visitado outras ilhas e até mesmo ter ficado 1 ou 2 dias em Bangkok para conhecer a cidade, mas não me arrependo de não o ter feito porque sei que vou voltar. Ah vou…

Uma coisa é certa e digo-vos com toda a certeza, quem conhece este lado do mundo não quer outra coisa. Quando pesquisava destinos de férias, inclinava-me sempre mais para a Europa, Brasil, Caraíbas…mas depois desta viagem, já tenho uma das próximas em mente e será seguramente um destino asiático.

Abaixo deixo-vos algumas imagens alguns sites úteis caso estejam a planear as próximas férias. 🙂

Hotel

http://www.centarahotelsresorts.com/centara/ckr/

Agência de Viagem

http://www.trailfinders.com/

Dino Park – mini golf

http://www.dinopark.com/

 

Sigam-me no INSTAGRAM: joaninha.ie_fit

Meu Coach online: Xtrafit

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s