1 mês de muita coisa…cenas…

Olá maltinha!

E assim começamos mais uma semana e desta com um tema tipo “nada”…1 mês de muita coisa é algo muito geral eu sei, mas ao mesmo tempo define tudo o que fiz e não fiz e serviu essencialmente para me relembrar o quão importante é a vida e o facto de podermos acordar todos os dias e usufruir de mais um dia…pode parecer lamechas eu sei, mas existem momentos em que “paramos”, dedicamo-nos a algo que nunca fizemos antes ou até mesmo a algo que já não fazíamos à um tempo e começamos a dar realmente valor a determinadas coisas/pessoas/momentos.

Ora com isto quero dizer que vem aí um post que não falará apenas de fitness ou receitas saudáveis (Se bem que dediquei-me a umas receitas bem bacanas neste tempo off).

Faz hoje precisamente 1 mês que entrei de férias e ironicamente é o meu primeiro dia de trabalho pós férias. Fui a 19 e regresso a 19, caricato diria! Tempo este que também já não vou ao ginásio – quando digo ir, é levantar peso, pois quem me segue no Instagram já viu que regressei ao ginásio a semana passada para uns breves minutos de cardio. É a primeira vez em 10 meses que me ausento por tanto tempo, depois colocaram-se as férias, o matar saudades da familia, entretanto entrou a minha mãe de férias e eu trouxe-a comigo para a Irlanda para termos um periodo mais longo de companhia uma da outra e foi o momento ideal para dar também um descanso ao meu corpo.

Neste ausência de trabalho, preocupações, ginásio, etc, o meu tempo transformou-se em qualidade, levar e buscar a minha filha à escola, puder acompanhá-la nos trabalhos de casa, ter tempo para mim, para ela, para o marido e para a casa, ter a companhia da minha mãe (o meu pai também fez falta, mas por motivos profissionais não se podia ausentar de Portugal)…ora tudo isto conjugado leva-nos a um ponto em que repensamos a nossa vida e nos questionamos se estamos a fazer as escolhas certas.

foto2

…o resto vem com o tempo porque o tempo encarrega-se de nos mostrar o caminho na hora certa. Tem acontecido comigo. Felizmente.

A vida na Irlanda não é perfeita, não faz sol 2 dias seguidos, não tenho um verão como em Portugal, não tenho a minha familia por perto, não “sinto o cheiro” do meu país…é verdade…mas nada é perfeito e nós buscamos sempre ficar melhor ou ter melhor, eu pelo menos penso assim…

Acordo muitas vezes desmotivada, cabisbaixa porque a verdade nua e crua é esta: ver os dias cinzentos todos os dias, sem exceção é D-E-P-R-E-S-S-I-V-O e não me venham dizer: Ah e tal não me importava de trocar, estou farta de calor! Sim, agora leva com isto 365 dias num ano! O calor levas com ele no máximo 90 dias (a contar só com os meses de verão e principalmente ESTE verão). Não! Não comparem. Tenho dias em que passo o tempo todo a mandar vir – em palavras feias e grossas – e a questionar-me: O que raio estou eu a fazer aqui?? E por muito incentivador e motivador que o meu marido seja, às vezes não dá….simplesmente não dá. O meu refúgio foi o ginásio. Podia me ter dado para pior….mas ainda bem que assim foi, pois naqueles dias de “desespero”, de depressão é lá que encontro forças (literalmente) para continuar. O cérebro por vezes dá aquele off e não volta a ligar até lhe apetecer. E esse apetecer aconteceu-me agora e acho que momentos como estes em que mudas a tua rotina por uns dias, semanas, o que for, ajuda e MUITO a perceber muita coisa.

Questionei-me vezes sem conta:

– Serei uma boa mãe? Dedico o tempo necessário à minha filha? O que será que ela pensa?

– Dedico-me a fazer o que relamente gosto a nível profissional? Porque não procurar aquilo que realmente quero fazer e me dá gosto?

– Não me sinto completa nem verdadeiramente feliz longe dos meus pais. O que posso mudar? Se Mahomed não vai à montanha, a montanha vai até Mahomed…não é o que dizem?

Todas estas questões e outras são fáceis de ser resolvidas (claro que umas mais que outras), e transportá-las para vivências do dia a dia ao invês de as colocar com pontos de interrogação na minha cabeça só dependerá de mim. O mesmo com vocês. A solução para tudo está em nós. Nós temos de dar o primeiro passo porque o resto…o resto vem com o tempo porque o tempo encarrega-se de nos mostrar o caminho na hora certa. Tem acontecido comigo. Felizmente.

Relativamente aos meus pontos de interrogação e se já fiz alguma coisa para os mudar? Claro que sim! Senão não estaria aqui a desabafar com vocês e a mostrar-vos algo que não tinha “testado”. Dei o primeiro passo e as coisas estão a começar a “dar frutos”.

E que tal? Gostaram deste post diferente? Bem, eu não estou aqui só para mostrar a minha evolução corporal. Afinal este blog é como um diário e com ele vou crescendo, partilhando experiências e principalmente vou evoluindo a outros níveis.

Conseguiram perceber que não é assim tão dificil mudar? Que só depende de nós e da vontade de o fazermos?

Beijos malta!

Vou só ali encher a minha filha e o meu marido de beijos! Porque plantar o amor, fá-lo crescer…ainda mais!  🙂

Sigam-me no INSTAGRAM: joaninha.ie_fit

Meu Coach online: Xtrafit

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s